Significado das "Siglas/Tag" em Rip's

Moderador: Moderador

Responder
Avatar do Utilizador
Barefaced
Administrador
Administrador
Mensagens: 36704
Registado: 06 jul 2007, 17:43
Localização: @ Home
Contacto:

Significado das "Siglas/Tag" em Rip's

Mensagem por Barefaced » 06 jul 2008, 02:31

Significado das diversas Palavras-Chave


Uma "tag" é uma palavra-chave (relevante) ou um termo associado com uma informação (ex: uma imagem, um artigo, um vídeo) que o descreve e permite uma classificação da informação baseada em palavras-chave.


Existem diversas Tag's e é importante saber o que significam todas elas para usufruir das vantagens da informação que podemos retirar das diversas diferenças entre cada uma delas. Ao sabermos optar entre uma TAG estamos a distinguir entre descarregar um filme com má qualidade de imagem ou som ou um filme com uma óptima qualidade a nível da imagem e do som que poderá fazer toda a diferença entre descarregar a versão normal de um determinado filme ou a versão que poderá conter mais alguns minutos extra desse filme e que na maior parte dos casos pode fazer a diferença entre ter um som de péssima qualidade ou um som excelente como o AC3.

Sempre que exista informação relativa a modificações de TAG's, este Tópico será actualizado permitindo ao utilizador um melhor esclarecimento sobre a informação disponibilizada.

Se o utilizador possuir informação que julgue ser mais fiável do que as prestadas neste Tópico, poderá fornecer essa informação que será actualizada após confirmação.


__________________________________________________________________________________________________



Rip
Extracção (Ripagem) a partir de um qualquer dispositivo.


[DVDRip] / [AC3 DVDRip]
Cópia feita directamente do DVD comercial. A qualidade é boa, sendo o encode mais utilizado o XviD/DivX. O áudio é ripado opcionalmente como STÉREO ou DIGITAL (AC3 5.1 ou 2.0 ). Ripado do lançamento de um DVD retail.
Por norma possuem uma excelente qualidade.
A qualidade diverge bastante devido à taxa de variação do Bitrate e do Áudio.
Estas cópias são efectuadas também para SVCD e DivX/XviD.

[AAC DVDRip]
Cópia feita tal como o DVDRIP, mas com o formato de áudio Advanced Audio Coding, também conhecido como MPEG-2 Part 7 ou MPEG-4 Part 3.
O AAC foi projectado como um codec de desempenho melhor em relação ao MP3, sendo promovido como seu sucessor para codificação de áudio em taxas de bits médias a altas.
Nota: Ainda não reproduzível em leitores DivX

[BDRip] ou [BRRip]
Blu-Ray - Formato de disco óptico da nova geração de 12 cm de diâmetro (igual ao CD e ao DVD) para vídeo de alta definição e armazenamento de dados de alta densidade. Compete para se converter no padrão de discos ópticos sucessor do DVD. Seu rival é o HD-DVD. O disco Blu-Ray faz uso de um laser de cor violeta de 405 nanómetros permitindo gravar mais informação num disco do mesmo tamanho (o DVD usa um laser de cor vermelha de 650 nanómetros). Blu-ray obteve o seu nome a partir da cor azul do raio laser ("blue ray" em inglês significa "raio azul"). A letra "e" da palavra original "blue" foi eliminada porque, em alguns países, não se pode registar, para um nome comercial, uma palavra comum. Este raio azul mostra uma longitude de onda curta de 405 nm e, conjuntamente com outras técnicas, permite armazenar substancialmente mais dados que um DVD ou um CD. Blu-ray e HD-DVD dividem as mesmas dimensões e o aspecto externo. É uma cópia do Blu Ray Disc convertida com o auxílio de codecs. Os mais utilizados são o XviD, através do container AVI e o H264 (usando ou o AVI ou o MKV).

BDRip (Blu-Ray Disc Rip) -> É um "Rip" de Blu-ray. Esta designação atribui-se quando foi ripado como "untouched Blu-ray" sendo o seu tamanho normalmente entre os 20 a 35GB. O seu formato final é diverso, desde XviD até ao formato mkv. A fonte deste não pode ter nenhum tipo de compressão, sendo o equivalente a um Blu-ray adquirido nos espaços comerciais.

BRRip (Blu-Ray Rip) -> É um "Rip" realizado de um "Rip" com a "source" 720p ou 1080p, sendo o resultado final dependente a qualidade da "source", muito similar ao DVDRip mas geralmente com maior qualidade,

[DVD5] / [DVD9]
Cópia feita a partir do DVD original, preparada para ser passada para um DVD-R (4.7 GB / 7.95 GB). Por nem sempre ser possível efectuar a cópia a 100% do DVD original, estas cópias podem apresentar alguns cortes nos extras (cenas extras, comentários, etc.), legendas, ou áudio.

[HDDVD]
High Density Digital Versatile Disc - Disco Digital Versátil de Alta Densidade ou High Definition Digital Video Disc - Disco Digital de Vídeo de Alta Definição) é um formato de mídia óptica digital, desenvolvido como sendo o primeiro padrão de vídeo de alta definição. HD DVD é similar ao seu competidor, o disco Blu-ray, que também utiliza o mesmo tamanho de CD (120 mm de diâmetro) de mídia de compartimento óptico de dados e 405 nm leitura de ondas de laser azul.

[HDTV]
Do inglês High-definition television, é um sistema de transmissão televisiva com uma resolução de imagem significativamente superior ao dos formatos tradicionais (NTSC, SECAM, PAL). Com excepção de formatos analógicos adoptados na Europa e Japão, o HDTV é transmitido digitalmente e por isso sua implementação geralmente coincide com a introdução da televisão digital (DTV): esta tecnologia foi lançada inicialmente nos EUA durante a década de 1990 por um consórcio envolvendo AT&T, General Instrument, MIT, Philips, Sarnoff, Thomson e Zenith[1].
Apesar de vários padrões de televisão de alta definição terem sido propostos ou implementados, os padrões HDTV actuais são definidos pelo ITU-R BT.709 como 1080i (interlaced), 1080p (progressive) ou 720p usando uma proporção de imagem de 16:9. O termo "alta definição" pode se referir à própria especificação da resolução ou mais genericamente ao meio (ou mídia) capaz de tal definição, como filme fotográfico ou o próprio aparelho de televisão.

[HR HDTV]
É uma sigla, muitas vezes encontrada como parte do nome de um ficheiro de algumas séries de TV partilhadas na Internet.
Refere-se a um padrão de encoding de vídeo, significa que o sinal de vídeo foi ripado directamente de uma transmissão HDTV, depois transformado para a resolução de aproximadamente 960x540 e depois foi feito o encode para XviD.
Enquanto a resolução horizontal permanece constante a resolução vertical pode variar até 5% para providenciar um melhor e mais limpo cropping.
Um ficheiro HRHD que tenha entre 40-55 minutos de duração deve ter aproximadamente 700MB de tamanho. Ele contém o som original em AC3 o que frequentemente é de 5.1 Canais, em vez do som MP3 que se encontra nas releases de 350MB

[DVB]
DVB é a sigla de Digital Video Broadcasting - (Transmissão de Vídeo Digital), às vezes chamado de televisão digital ou da sua sigla DTV (do inglês Digital Television). DVB é o padrão adoptado pelas principais operadoras privadas de TV por assinatura por satélite. Em Portugal tem sido adoptado nos canais pay-per-view de televisão por cabo como alternativa ao sistema analógico. (+ info)

[DSRip]
Digital Satellite/Stream Rip (Ripado de transmissão digital de satélite). Por muitos considerado baixa qualidade, mas não é, a qualidade é boa, a resolução é 480i ou seja resolução de uma TV normal portanto o formato é FS (Fullscreen) na maior parte dos casos.

[DTV]
DTV, sigla para Digital TeleVision, e é como o nome indica, rips feitos de TV digital, permitindo assim resoluções a partir de 704 x 480, ao contrário da simples TV analógica que só permite resoluções de 400 x 400.

[RATDVD]
É um novo formato recentemente criado para a realização de cópias de segurança privadas de DVD-Vídeo. O seu nome é ratDVD e permite comprimir um filme respeitando todo o seu conteúdo (menus, extras, etc.), para ser visualizado exclusivamente num computador (com Windows XP, DirectX 9 e Windows Media Player ou WinDVD). Sem perda apreciável de qualidade de imagem, mantendo a mesma qualidade de um DVD original, uma boa alternativa ao DivX ou ao XviD. Tanto o programa como os codecs necessários para a sua visualização e reprodução são completamente grátis.
ratDVD é um formato de arquivo altamente comprimido que pode conter todo o conteúdo de um DVD de filmes. Arquivos comprimidos com o ratDVD costumam ter o tamanho reduzido para algo entre 1 e 2 GB.

[PDTV]
A captura de imagem neste caso é efectuada utilizando uma placa de TV Digital.
Tem uma qualidade bastante boa. Os Rip's VCD/SVCD/DivX/XviD são todos suportados.

[TVRip]
Rip efectuado da televisão.
São de qualidade muito fraca. Geralmente de séries ou filmes bastante antigos fora dos circuitos de TV e não tem edição para formato DVD.

[PDVD] [Asian Silvers]
São filmes tirados pelos "bootleggers" (cópias de péssima qualidade) do leste, e são compradas por alguns grupos para tirarem como próprias. Os "Silvers" são muito baratos e fácil de conseguir em muitos países, e é fácil tirá-la, por isso há tanta "scene" no momento, principalmente de pequenos grupos que não duram mais que alguns "releases". Os "PDVDs" são o mesmo mas em DVD. Têm subtítulos removíveis, e a qualidade está geralmente melhor que os "silvers". Estes são ripados de um DVD normal, mas tirados como VCD.

[DVDSCR]
Precisamente o mesmo que Screener sendo a fonte DVD.
Contém as mesmas mensagens de © ®.
Não possui os extras que um DVD retail contém.
O DVDSCR deverá por norma ter uma boa qualidade sendo copiado para versões VCD/SVCD ou DivX/XviD.

[VHSRip]
É um rip de uma cassete (VHS).

[SCR]
Nesta cópia, o vídeo é extraído de VHS possibilitando o seu envio para os clubes de vídeo e outros locais de marketing.
Na maioria dos casos o formato da imagem é 4:3.
Estas cópias contêm os direitos da companhia ©.
A qualidade depende da origem da cópia. Master ou Copy.

[WP]
Cópia de um filme ainda não terminado.
Na maior parte dos casos faltam imagens, áudio e outros pormenores.
Muitas destas cópias são totalmente diferentes aquando do seu print final.

[R5]
Significa "Região 5" (Leste da Europa). Nesta região os "DVDS Retail" (Versão final) saem entre 2 a 3 semanas mais cedo do que no resto do mundo, e alguns grupos aproveitam o vídeo desta versão, juntando o áudio de outra fonte, geralmente TS/TC/DVDSCR.
A qualidade do vídeo é geralmente igual à versão final mas o áudio fica na maior parte das vezes distante do original.

[Watermarks]
Filmes na sua grande maioria provenientes do Oriente a preços muito competitivos, Asian Silvers/PDVD, gravados para DVD e também em formato VCD. Por norma estes filmes contêm um "logo" ou símbolo num dos cantos dos filmes como é o caso dos mais conhecidos "Globe", "A", e "Z".

[CAM]
Gravado e filmado com uma câmara de vídeo digital (DV).
Som captado através do microfone incorporado.
Captação do som ambiente!

[TS]
Semelhante à filmagem CAM.
Na maior parte dos casos é efectuada na sala de projecção da sala de cinema utilizando captação de som externa.
Poderá ter uma qualidade de imagem e som superior.

[TC]
Cópia digital efectuada directamente das bobines do filme.
A qualidade de vídeo considera-se geralmente boa, superior à da qualidade CAM e TS.
O resultado desta cópia é o tamanho real podendo surgir versões Telecines em formato 4:3.

[DIVX RE-ENC]
Simplesmente um filme DivX que foi reencodado para VCD a SVCD.

[Subbed]
Ripagens com legenda embutida, normalmente são do local de origem do filme (a língua da legenda é quase sempre mencionada). Ás vezes a seguir aparece uma versão UNSUBBED que tal como o nome indica não tem legendas.

[HC] (Hardcoded subtitles)
Legendas fixas no filme, são parte integrante do filme tal com em [Subbed]

[SyncFIX]
Normalmente é um patch lançado pelo grupo após detectarem uma falha na sincronia do rip (este patch normalmente resolve a situação).

NFO:

Quase sempre um arquivo NFO é fornecido com o filme ou jogo para promover o grupo e dar informação geral sobre o rip, como o formato, a fonte, o tamanho, entre diversas informações. NFO = Informações

[Bitrate]
O Bitrate está directamente ligado à nitidez (qualidade) do filme/música. Quer dizer que em formatos de compressão de áudio e vídeo como MPEG3 e MPEG4, quanto maior for o bitrate mais vezes por segundo o som ou filme original estará sendo reproduzido. O bitrate pode variar, sendo que taxas mais altas de bitrate criam som/vídeo de melhor qualidade

[Frame]
A fonte básica de um filme. Uma frame representa uma foto. Um filme utiliza geralmente 24 frames por segundo (o dobro da quantidade de fotos necessárias passadas constantemente na sua frente para obter a noção do movimento).

[FPS]
Definição de Frames per Second, ou frames por segundo. Ajuda bastante saber esta informação principalmente para converter legendas ou procurá-las na Internet.

[VBR]
Bitrate Variável. É possível "ripar" áudio e vídeo com bitrate variável, ou seja não usa o mesmo bitrate para o arquivo inteiro (como no CBR = Bitrate Constante). Partes com mais acção por exemplo vão receber mais bitrate para que a aparência/sonoridade/realidade seja melhor, e assim como partes menos complicadas irão receber menos bitrate. Geralmente arquivos VBR são melhores que CBR.

[CODECS]
É a abreviação de COder/DECoder ou codificador/descodificador. Equipamento ou programa que converte os sinais analógicos de som, voz e vídeo em sinais digitais e vice-versa. São exemplos de codecs: DivX, XviD (vídeo) e MP3/AC3 (som).

[AC3]
Filme com 6 canais de som.
Corresponde a 5.1 Surround.

[AAC]
"Advanced Audio Coding", o novo sistema de som que provavelmente irá substituir o AC3. Baseado no AC3 com novas variedades de melhorias em muitas áreas. Sendo um sistema recente, será difícil encontrarmos um leitor ou hardware que consigam suportar AAC.

[DTS]
É precisamente igual ao som 5.1 Surround AC3 mas tem uma qualidade superior.
É muito difícil encontrar este tipo de som.
Devido ao seu conteúdo o seu lançamento é feito em 3 ou mais CD’s.

[DualAudio] ou [DUAL]
Filme lançado com duas pistas de áudio, por exemplo, Inglês e Português.

[PAL]
Phase Alternating Line, Phase Alternation by Line ou Phase Alternation Line, é uma forma de codificação da cor usada nos sistemas de transmissão televisiva, usado por todo o mundo excepto na maior parte das Américas, alguns países Asiáticos (que usam NTSC), partes do Médio Oriente e Europa de Leste e França (que usam SECAM, apesar de a maioria deles estarem em processo de adopção do PAL). O PAL foi desenvolvido na Alemanha por Walter Bruch, trabalhando para a empresa Telefunken, e introduzido em 1967.
O Brasil utiliza uma variação desse sistema, denominado PAL-M, quando introduziu a televisão em cores, em 1973.

[NTSC]
É o sistema de televisão analógico em uso actualmente nos Estados Unidos e em muitos outros países, incluindo a maioria das Américas (o Brasil é uma das excepções) e algumas partes do leste asiático. Recebeu o nome do National Television System (s) Committee (Comité nacional do (s) sistema (s) de televisão), a organização representativa do sector, responsável pela criação deste standard.

[NTSC] e o [PAL] são dois dos padrões principais usados em todo o mundo. NTSC tem um frame mais elevado do que o PAL (29fps (NTSC) comparando a 25fps ( PAL)), mas o PAL tem uma definição de melhor qualidade. Os dois tipos de padrões podem ter variações, sendo que no Brasil usa-se o padrão PAL-M e nos EUA o NTSC, para TVs, videocassetes, DVDs.

[WS]
É o termo em inglês que se usa para se dizer que a tela (ou ecrã) de uma televisão ou de uma projecção (de cinema ou outro meio) tem uma proporção igual a ou maior que 16:9 (lê-se dezasseis por nove, significando 16 unidades de largura por 9 unidades de altura) ou ainda 1,77:1. Um ecrã widescreen é ideal para se ver filmes como eles foram planeados pelos seus criadores para esse formato. Muitos aparelhos de DVD oferecem o recurso de ajuste do tamanho da tela, seja para se "cortar" as tiras laterais da imagem ou criar duas barras pretas acima e abaixo da imagem nas televisões normais, que são 4:3 (ou 1,33:1).
Os filmes feitos para serem passados em widescreen foram criados nos Estados Unidos nos anos 50, como relação à popularização das transmissões televisivas. Os aparelhos de televisão foram criados com o mesmo padrão de imagem do cinema de então (4:3/1,33:1) e os estúdios para se diferenciar, criaram uma imagem mais próxima da visão humana (por ser mais larga - wide em inglês) através do sistema widescreen, que se popularizou entre os produtores cinematográficos, tornando-se maioritário (há filmes desde os anos 50 que continuam a ser produzidos no padrão anterior por razões de economia) desde então.
A televisão digital funcionará com telas/ecrãs widescreen, com o objectivo de se diferenciar da televisão analógica.

[FS]
É o termo em inglês de tela cheia que se usa para se dizer que a tela (ou ecrã) de uma televisão ou de uma projecção (de cinema ou outro meio) tem uma proporção igual a ou maior que 4:3 (lê-se quatro por três, significando 4 unidades de largura por 3 unidades de altura).

[AVI]
Sigla para Audio Video Interleaved (Entrelaçamento de Áudio e Vídeo). Formato de arquivo audiovisual desenvolvido pela Microsoft, para plataforma Windows Extensão avi.

[XviD]
É o nome de um popular codec desenvolvido como um projecto de software livre por programadores voluntários de todo o mundo. O formato foi criado como uma alternativa livre a outros vídeo codecs comerciais, e ainda é uma fonte aberta, a sua qualidade e eficiência fizeram dele um dos codecs mais populares. Ainda que o XviD não seja tão usado como o DivX, a reprodução de filmes XviD está suportada e inserida em todos os reprodutores de DVD mais modernos.
O codec XviD pode comprimir um filme completo com qualidade DVD para que caiba num só CD (650 Mb~700 Mb) (noutras ocasiões 2 CDs dependendo do tamanho), mas conservando a qualidade do filme original. O vídeo usualmente combina-se com áudio MP3 ou AC3 para ter áudio e vídeo de alta qualidade.

[DivX]
Formato de vídeo comprimido por computador idêntico ao XviD. Permite armazenar um filme completo num CD de (650 Mb~700 Mb) (segundo a qualidade com que se grava, porque a taxa de informação Bitrate e Áudio é variável). O vídeo usualmente combina-se com áudio MP3 ou AC3 para ter áudio e vídeo de alta qualidade. Com uma qualidade superior aos dos formatos VCD e SVCD. Muitos dos DVDs de sala já lêem este formato.

[VCD]
O Video Compact Disc é um formato que permite reproduzir vídeos a partir de um CD. No VCD os arquivos são gravados de uma maneira padrão para assim garantir a leitura e reprodução em outros aparelhos capazes de ler VCD. A maioria dos DVD Players existentes no mercado reproduz VCD. Com a popularização dos gravadores de CD, o VCD tornou-se bastante útil para uso caseiro. Pode-se, através de softwares específicos, transformar vídeos gravados no computador para o formato padrão dos VCD.

[SVCD]
Super Video CD é um formato utilizado para armazenar vídeo em discos compactos standard. Sendo uma versão melhorada do standard Video CD (VCD), a qualidade de imagem e som é menor que a do formato DVD.

[UNRATED]
Em determinado género de filmes, por vezes estes contêm linguagem e cenas que podem ser consideradas impróprias para a visualização do público mais sensível. Na maior parte dos filmes são removidas este tipo de imagens e as falas alteradas. neste caso, quando um Rip apresenta a Tag "UNRATED" significa que o filme em questão não sofreu qualquer tipo de edição na sua montagem de estúdio sendo considerado um original nas cenas e nas falas contidas.

[UNRATED DC]
Semelhante a "UNRATED" mas com a grande diferença de ser totalmente original sem qualquer manipulação de Direcção ou estúdio. "DC" significa "Director's Cut" ou seja inclui os cortes efectuados pelo Director da película.

[LiMITED]
Informa de que o filme foi apresentado em menos de 250 salas de cinema sendo considerado um valor de taxa de visualização inferior ao da maioria dos filmes exibidos em circuito comercial.

[PROPER]
Rip efectuado com mais qualidade por uma Team (Equipa Ripper's) lançado após uma outra Team efectuar um Rip desse mesmo filme mas com má qualidade. Então o nome "PROPER" diz textualmente que é "Próprio" relativamente ao que deveria ser.

[REPACK]
À semelhança da Tag "PROPER" também é um Rip efectuado com mais qualidade que o Rip anterior sendo a diferença neste Rip o facto de ser a mesma "Team" que fez o Rip com menos qualidade efectuar agora um novo Rip de qualidade superior.

[INTERNAL] ou [INT]
Os grupos clássicos de DVD fazem muitas releases do tipo INTERNAL. As ripagens do cinema tem uma qualidade mais baixa, então usam o INTERNAL para não baixar a reputação do grupo, ou devido às quantidades de versões já existentes. No principio o grupo normalmente disponibiliza os filmes apenas a membros.

[Nuke]
Um Rip "NUKADO", acontece por variados motivos, desde a má qualidade da imagem ou som até às características do conteúdo não corresponder ao Rip. Neste tipo de Rip, o mais correcto e sensato será simplesmente colocar de lado estas "Release".

[STV] ou [FESTIVAL]
Filmes ripados do DVD que nunca chegaram ao cinema, foram directamente para os clubes de vídeo e TV's.

[SE]
O termo "Edição Especial" (a Edição de Luxo e a Edição de Coleccionador também são usadas) é um termo geralmente usado como um estímulo de marketing de diversas espécies de produtos que foram originalmente publicados relacionados com as artes, como livros, impressões ou música registrada e filmes, mas agora inclui também carros e outros tipos. Uma "Edição Limitada" é restringida no número de cópias produzidas, embora de facto o número possa ser muito alto. Uma "Edição Limitada" pressupõe a existência de material extra de alguma espécie incluída nessa edição. O termo é frequentemente usado em lançamentos de filmes de DVD, muitas vezes quando é atribuído o termo de "Edição Limitada" é de facto a única versão que será lançada.

[CE]
"Collector's Edition" (Edição Coleccionadores), poderá ser somente outro termo para designar Edição Especial (Special Edition), ou pode referir-se ao Artist's book em edições limitadas e numeradas, por vezes com limite, e assinado pelo artista, podendo conter um ou mais trabalhos ou impressões produzidas directamente do seu trabalho e imprimido sob a sua supervisão.

[UE]
"Ultimate Edition", como o nome indica, é a "Última Edição" lançada do artigo a que se refere.


KDVD
Formato de arquivo 100% compatível com MPEG_2, capaz de rodar em qualquer DVD Player Standard. Esta tecnologia habilita 6 horas de filme em Full D-1 720x480 num DVD, ou algo em torno de 10 horas em Half D-1 352x480 no mesmo DVD.

KVCD e KSVCD
KVCD é uma modificação ao padrão MPEG-1 e MPEG-2. Habilita criar CDs de 120 minutos com qualidade perto do DVD em CDs de 80 minutos. Já existem especificações que geram vídeos de 528x480 (NTSC) e 528x576 (PAL) e MPEG-1 com bitrate variável entre 64Kbps e 3000Kbps. Usando uma resolução 352x240 (NTSC) ou 352x288 (PAL), é possível "encodar" vídeos com/até 360 minutos com qualidade perto de um VCD num CD de 80 min.

OGM
Pode ser usado como uma alternativa ao .avi e pode conter Ogg Vorbis, MP3 e AC3 áudio, todos os formatos de vídeo, informação por capítulos e legendas.

BIN / CUE
Bin e Cue são dois arquivos pertencentes a uma imagem de CD-R/RW ou DVD. Alguns releases de SVCD E VCD são lançados nas imagens dos próprios CDs. Para abrir este formato pode usar tanto o Daemons tools (note que não nescessita da Cue para fazê-lo se alterar para mostrar todos os arquivos, ele abrirá o BIN) ou queimá-lo com o Nero ou CDRWin. Aconselha-se o CDRWin, por ser o programa que cria este tipo de imagem.

DUPE
Duplicada; já foi feito lançamento deste filme anteriormente. Dupe é bem simples, se algo já existe, então não há razão para ele ser lançado de novo sem qualquer razão.



__________________________________________________________________________________________________


Pesquisa, Tradução e Elaboração

Imagem
Última edição por Barefaced em 06 jul 2008, 02:36, editado 1 vez no total.
Imagem
Imagem

Tomsm
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 2
Registado: 04 jan 2014, 16:04

Re: Significado das "tags" nos Rip's

Mensagem por Tomsm » 04 jan 2014, 16:10

Muito boa informação, obrigado)

Avatar do Utilizador
Barefaced
Administrador
Administrador
Mensagens: 36704
Registado: 06 jul 2007, 17:43
Localização: @ Home
Contacto:

Re: Significado das "Siglas/Tag" em Rip's

Mensagem por Barefaced » 18 jun 2015, 22:37

.: Informação atualizada :.
Imagem
Imagem

Fil5
Utilizador
Utilizador
Mensagens: 177
Registado: 11 fev 2010, 16:23

Re: Significado das "Siglas/Tag" em Rip's

Mensagem por Fil5 » 15 set 2017, 19:30

Muito Obrigado pela informação!!! :-)

Responder

Voltar para “Free Zone”