1 - Intro Internet ( HTML )

Moderador: Moderador

Responder
Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

1 - Intro Internet ( HTML )

Mensagem por Streme » 31 mai 2008, 20:51

ImagemEstudo 1

Olá Amigos Se Inicia Agora O Nosso Aprendizado em (Html)

História do HTML
HTML e sua historia em resumo, o HTML foi inventado em 1990 por um cientista chamado Tim Berners-Lee. A finalidade inicial era a de tornar possível o acesso e a troca de informações e de documentação de pesquisas, entre cientistas de diferentes universidades. O projeto inicial tornou-se um sucesso jamais imaginado por Tim Berners-Lee. Ao inventar o HTML ele lançou as fundações da Internet tal como a conhecemos atualmente.


Evolução do HTML

1992
- Primeira Demonstração do HTML para um "público".

1993 - HTML+ Algumas definições da aparência, tabelas, formulários.

1994 - HTML v2.0 Padronização para os características principais.

1994 - HTML v3.0 Uma extensão do HTML+ entendido como um rascunho de padrão.

1995 - HTML v3.2 Netscape e Internet Explorer definem seus próprios padrões baseados nas implementações correntes.

1995 - JavaScript criada por Brendan Eich da Netscape como uma extensão do HTML para o browser Navigator v2.0. JavaScript é uma linguagem de roteiro (script) baseada em objetos e permite que sejam manipulados através de eventos dinâmicos que faltavam ao HTML

1996 - CSS1 Em dezembro deste ano é apresentada pela primeira vez a Folha de Estilo, criada para complementar a linguagem HTML. Possuía uma formatação simples e cerca de 60 propriedades.

1997 - HTML v4.0 São lançados os browsers Netscape v4.0 (agosto) e Internet Explorer v4.0 (outubro) que apresentaram um conjunto de tecnologias (CSS, JavaScript/VBScript e DOM) que juntas disponibilizaram diversos recursos tornando o HTML dinâmico. Surge então o DHTML.

1998
- CSS2 Em maio é lançado a segunda versão da Folha de Estilo que, além de incluir todas as propriedades do CSS1 ainda apresenta por volta de 70 novas propriedades.

1999 - HTML v4.01 Alguma modificações da versão anterior.

2000 - XHTML v1.0 É criado e consiste de uma versão XML do HTML v4.01

O que é HTML?
HTML é a "Língua de Origem" de seu navegador, Saberemos mais adiante.

[color=red]Inicialização

Introdução na Internet.
Começaremos sabendo um pouco mais sobre a Internet e Servidores O que é e seus serviços.

  • Internet
É uma rede de computadores conectados em toda a extensão do Globo Terrestre que oferece diversos serviços a seus usuários como podem ser o correio eletrônico, o chat ou a web. Todos os serviços que oferece a Internet são realizados por milhares de computadores que estão permanentemente ligados e conectados à Internet, esperando que os usuários lhes solicitem os serviços e servindo-os uma vez solicitados. Como dissemos, há servidores para tudo, os que oferecem correio eletrônico, outros tornam possível nossas conversas por chat, outros a transferência de arquivos ou a visita às páginas web e assim até completar a lista de serviços de Internet.

Também existe outro tipo de servidor que são os que se encarregam de prover de acesso à Internet a nossos computadores, são os provedores de acesso, os servidores aos que nos conectamos com nossos módems. Quando fazemos a chamada com o módem aos servidores que provêm o acesso entramos e fazemos parte da Internet e enquanto mantivermos a conexão poderemos acessar a todos os servidores espalhados por todo o mundo e solicitar-lhes seus serviços.

No momento que pedimos um serviço de Internet nos convertemos em clientes do servidor que o oferece. Para solicitar um destes serviços é necessário contar com um programa especial que costuma ser diferente para cada serviço da Internet. Por exemplo, para acessar ao correio eletrônico utilizamos Outlook, para acessar à web utilizamos Firefox ou Internet Explorer ou para entrar no chat utilizamos um programa como Mirc ou Pirch. Todos estes programas que nos dão acesso aos serviços da Internet se denominam clientes, como se pode ver, para ser o cliente de um servidor de Internet necessitamos um programa cliente do serviço ao que tentamos acessar.

Imagem[url]Ir Ao Estudo 2[/url]Imagem
Última edição por Streme em 04 jun 2008, 17:07, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

2-A Web ( HTML )

Mensagem por Streme » 31 mai 2008, 22:07

ImagemVoltar Ao Estudo 1Imagem


Imagem
Estudo-2

Falaremos agora sobre o que nos interessa em serviço da Internet, o serviço web.

A Web

  • -
Toda esta introdução serve para percebermos que a Internet é um conjunto de serviços e a web, que é o que queremos analisar, não é mais do que um deles. Provavelmente seja o mais popular neste momento e às vezes parece que a Internet se limita à Web, como nos anúncios de imprensa, onde quase sempre nos vendem portais ou produtos da Web como se eles fossem o único que se pudesse fazer na Internet. A Web é então, um serviço que consiste em um imenso conjunto de páginas conectadas umas às outras por um sistema de links.

  • -
O sistema no qual está construído a web chama-se (hiper-texto) e é um emaranhado de páginas conectadas com links. Os sistemas de (hiper-textos) são utilizados em outros contextos, como a ajuda do Windows, e são muito fáceis de utilizar e de encontrar o que buscamos rapidamente. A web não só se limita a apresentar textos e links, como também pode nos oferecer (imagens, vídeos, audios e todo o tipo de apresentações), chegando a ser o serviço mais completo em meios que tem a Internet. Por esta razão, para nos referirmos ao sistema que implementa a Web (hipertexto) se cunhou um novo termo que é a hipermídia, fazendo referência a que a web permite conteúdos multimídia.

  • -
A multimídia, caso alguém ainda não conheça, faz referências a muitos meios, somente quer dizer que estão sendo utilizados muitos meios para apresentar informações como são o (vídeo, o audio ou a realidade virtual). Quando nos vendem um computador multimídia, nos vendem um computador que está construído para poder trabalhar com muitos meios como (imagem, audio, animação, vídeo, etc)

ImagemIr Ao Estudo 3Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:35, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

3-Como é uma web por dentro ( HTML )

Mensagem por Streme » 31 mai 2008, 22:39

ImagemVoltar Ao Estudo 2Imagem


Imagem
Estudo 3

Analisando como estão feitas a Web por dentro.

Interior De Uma Web

  • -
Quando vemos em nosso navegador ou cliente web, uma página web, parece uma só entidade mas, não é assim, ela está composta por uma série de arquivos diferentes, como são as imagens, os possíveis vídeos e o mais importante, o código de origem que diz aonde colocar cada texto, cada imagem ou cada vídeo e a forma que estes terão ao serem colocados na página. Não é um problema que as webs estejam compostas por tantos elementos, já que rapidamente veremos que sua organização é fácil e que não os perderemos ou nenhum deles escapará.

  • -
Como podemos ver de forma resumida, para publicar na Internet necessitaremos construir alguns documentos hipertextos ou hipermídia, com seus correspondentes arquivos de imagens ou vídeos e colocá-los em alguns computadores que são servidores de páginas web. Mas isto é algo que vamos tratar de explicar pouco a pouco nos seguintes capítulos.

  • -
Embora signifique adiantar os conhecimentos, é interessante assinalar que com uma simples ação podemos ver o código de origem das páginas, ou seja, como estão feitas por dentro. Para isso, no Internet Explorer há que clicar no menu de Exibir > Código Fonte e no Netscape há que selecionar Ver > Origem da página.


ImagemIr Ao Estudo 4Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:35, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

4-Pensar em um tema. ( HTML )

Mensagem por Streme » 01 jun 2008, 02:23

ImagemVoltar Ao Estudo 3Imagem


Imagem
Estudo 4

Pensar no tema que será tratado e que este seja atraente.

Antes de iniciar


  • -
Para publicar uma página na Internet devemos seguir alguns passos, primeiro um planejamento, logo a construção das páginas e mais tarde, a divulgação e a constante atualização das páginas. Neste capítulo vamos ver quais são estes passos prévios que devemos realizar para que nosso esforço e resultados sejam os melhores possíveis, ou seja, vamos ver qual é o planejamento que há que fazer antes de colocar mãos à obra.


Pensar em um tema

  • -
Pode ser o mais importante dos passos para a criação de uma web. Há que elaborar a idéia e juntar os dados sobre o tema escolhido para sua página na Internet.

  • -
Quando fazemos inclusive uma página pessoal, podemos falar de algum tema interessante como nosso time de futebol ou nosso cantor favorito, ou de um tema que nos comova profundamente, como a ecologia ou a história de nossa comarca.

  • -
Também podemos construir uma página que trate de nossa família ou de nossos cães, ou de ambos juntos, mas temos que levar em conta que o valor desse tipo de página é bem menor e que certamente os demais usuários nao irão se interessar. Se desejarmos construir uma página que algum dia seja popular, devemos abordar temas que sejam de interesse para um grupo de gente.

  • -
Uma vez pensado o tema é muito importante juntar o máximo de dados possíveis sobre ele, embora muitas das idéias possam estar em nossa cabeça, é importante ter anotações, fotografias ou opiniões de outras pessoas que também conheçam o assunto que temos na cabeça.

  • -
Insisto que é importante que o material que vamos publicar tenha o maior valor possível, pois assim conseguiremos os melhores resultados.

ImagemIr Ao Estudo 5Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:34, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

5-Estrutura do site ( HTML )

Mensagem por Streme » 01 jun 2008, 02:46

ImagemVoltar Ao Estudo 4Imagem


Imagem
Estudo 5

Temos que pensar também na estrutura do site e como defini-lo.

Estrutura



  • -
Também é importante pensarmos na estrutura dos conteúdos de todo o site antes de desenhá-lo. Neste ponto temos que pensar sobre várias coisas, como as distintas seções que vai conter o site, a ramificação das páginas que vamos tratar, etc.

  • -
A maneira para que este ponto seja realmente útil, é preparar todas as idéias no papel. Com toda a tranquilidade do mundo e com toda a determinação possível vamos preparar uma série de diagramas e listagens que nos permitam dirigir nossos esforços da mellhor forma.


  • Seções do Site:
Poderemos pensar em quais seções vamos colocar no site. Uma com informação geral, outra com informação de contato, outra com uma visita gráfica a nossas instalações, etc.


  • Diagrama do Site:
Podemos desenhar em um papel quais são as distintas seções do site, colocando-as dentro de quadrados e representar também os links existentes entre cada seção mediante linhas que unam esses quadrados. É algo muito simples e divertido de fazer, além do mais podemos ter novas idéias para o website na medida que vamos desenhando.


  • Esquema de uma página:
Também podemos desenhar no papel uma página do site que vamos construir para vermos aonde colocar a barra de navegação, o logotipo do site ou da empresa, um possível banner publicitário, etc. Este esquema também pode ser útil na hora de construir as páginas e além do mais, sempre é mais fácil desenhar sobre o papel do que desenhar diretamente com o computador.

  • -
Estes passos são opcionais, qualquer um pode se dispor a construir uma página logo depois de decidir que deseja ter uma página web, entretanto, nem todo mundo é capaz de expor bem quais são seus objetivos e fazer um projeto com todos os pontos desenvolvidos de antemão. O mais importante são os resultados finais, por isso, começar a casa pelo telhado não será positivo para nossa página. Portanto, os resultados finais melhorarão se fizermos primeiro um bom planejamento.

ImagemIr Ao Estudo 6Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:34, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

6-Necessário para começar ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 01:27

ImagemVoltar Ao Estudo 5Imagem


Imagem
Estudo 6

O pouco que falta para começar a desenhar páginas web

O Necessário

  • -
Para desenharmos páginas web precisamos realmente de pouco material. Na maioria dos computadores instalados com Windows Xp/98 já se encontram todos os materiais necessários para começar sem necessidade de obter novos programas.

  • -
Teoricamente, os materiais necessários são um editor de textos, com o qual programaremos nossas páginas e um cliente do web como o Internet Explorer ou o Netscape Navigator. Como em um computador com Windows Xp/98 de fato sempre vem instalado o Bloco de notas , e tendo também o Internet Explorer, podemos então começar a construir uma página web sem mais necessidades do que já temos.

  • -
Em outros sistemas diferentes do Windows Xp/98 será também muito fácil obter um editor de texto simples e um navegador (browser) para que se vejam as páginas que vamos criar, se já não estiverem instalados. Sites na web onde podem ser baixados estes programas são Tucows ou Download.com, onde têm software de todos os sistemas operativos como (Windows, Mac OS, ou Linux.)

  • -
Sem dúvida, em nossa aventura com o desenvolvimento do website vamos necessitar muitos mais programas como por exemplo, programas de retoque fotográfico ou editores complexos de páginas web,

Obs: Mas ainda não é necessário introduzirmos neste manual porque não são necessários para dar nossos primeiros passos.

ImagemIr Ao Estudo 7Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:53, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

7-O que é HTML ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 03:07

ImagemVoltar Ao Estudo 6Imagem


Imagem
Estudo 7

Chegou o momento de falar sobre HTML

A linguagem



  • -
HTML é uma linguagem com a qual se definem as páginas web. Basicamente trata-se de um conjunto de etiquetas (tags) que servem para definir a forma na qual se apresentará o texto e outros elementos da página.

  • -
O HTML se criou a princípio com objetivos de divulgação. Porém, não se pensou que a web chegaria a ser uma área de ócio com caráter multimídia, de modo que, o HTML se criou sem dar respostas a todos os possíveis usos que lhe dariam posteriormente e a todo coletivo de gente que o utilizariam no futuro. Entretanto, frente a este deficiente planejamento, com o tempo, foram se incorporando modificações as quais são os padrões (standards) do HTML. Numerosos padrões já se apresentaram.

O HTML 4.01 foi o último padrão feito até o mês de abril de 2004.

  • -
O HTML é uma linguagem de programação muito fácil de aprender, o que permite que qualquer pessoa, mesmo que nunca tenha programado possa enfrentar a tarefa de criar um website. O HTML é fácil e em pouco tempo poderemos dominar sua linguagem. Mais adiante, conseguiremos os resultados profissionais graças as nossas capacidades para o desenho e a nossa veia artística.


Uma vez conhecendo o conceito do HTML, vamos adiantar mais algumas coisas. Esta linguagem se escreve em um documento de texto, por isso necessitamos de um editor de textos para escrever uma página web. Sendo assim, o arquivo onde está contido o código HTML é um arquivo de texto com uma peculiaridade, que tem uma extensão .html ou .htm (é indiferente qual deles utilizar). De modo que quando programarmos em HTML, o faremos com um editor de texto, o mais simples possível e salvaremos nossos trabalhos com extensão .html, por exemplo: minhapagina.html.

  • -
Para adiantar um pouco mais como se utiliza o HTML, diremos que a linguagem consta de tags que são etiquetas que tem esta forma ou. Cada etiqueta significa uma coisa , por exemplo: significa que se escreve em negrito (bold) ou significa um parágrafo, é um link, etc. Quase todas as etiquetas têm sua correspondente etiqueta de fechamento, que indica que a partir desse ponto a etiqueta não vai se alterar. Por exemplo, se utiliza para indicar: que se deixe de escrever em negrito. Portanto, o HTML não é mais do que uma série de tags que se utilizam para definir a forma ou o estilo que queremos aplicar em nosso documento. Ou seja, isto está em negrito.

  • -
Para aprender HTML em profundidade temos um Manual

Se o que desejamos é ter uma idéia global do que é a publicação na Internet e os passos a seguir para colocar nossas páginas na web, o mais adequado será consultar o manual Desde o Inicio

ImagemIr Ao Estudo 8Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:52, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

8-Editores do HTML ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 04:55

ImagemVoltar Ao Estudo 7Imagem


Imagem
Estudo 8

Programas que podem nos ajudar ao construir uma página web.

Editores


  • -
Para as pessoas que não querem complicar a vida com a linguagem HTML, porque não têm tempo de aprendê-la ou porque se sentem incapazes de fazer, existe uma possibilidade diferente de programar diretamente o HTML à base de texto. Trata-se de utilizar um tipo de programa que nos permite desenhar a página como se estivéssemos escrevendo um documento com um editor do tipo do Word. O editor HTML é o encarregado de vê-las com a linguagem e programar internamente a página com o código HTML segundo o que nós estamos desenhando.

  • -
Com o editor HTML podemos colocar (imagens, definir estilos, utilizar negrito ou cursiva, etc). sem nos preocuparmos com as etiquetas correspondentes a cada estilo ou elemento. É o editor que sabe das etiquetas e que irá utilizá-las convenientemente. Este tipo de editor HTML denomina-se habitualmente WYSIWYG (What You See Is What You Get) porque quando se trabalha com eles o que se vê que está sendo criado com o editor é o que se obtém logo quando gravamos a página.

  • Existem duas tendências entre as pessoas que se dedicam a realizar as páginas web.

?Por um lado existem as pessoas que preferem criar as páginas programando o HTML.
?Por outro lado, as pessoas que utilizam editores HTML.


Algumas diferenças de um modo ou de outro são as seguintes:

? ESCREVENDO COM HTML ?

  • - Domina-se com maior precisão o código da página, fica mais limpo. Se o usuário domina bem o HTML nunca terá problema algum para fazer o que deseja.
  • - A aprendizagem é mais complicada, lenta e quando se chega a um nível mais avançado torna-se consideravelmente mais difícil.
    Para fazer uma página leva mais tempo e dá mais trabalho.


? COM UM EDITOR WYSIWYG ?

  • - O código da página tem pior qualidade, inclusive pode chegar a ter erros mais ou menos visíveis que custam serem consertados. É a máquina que domina o trabalho.
  • - A aprendizagem é muito simples, tal como trabalhar em Word. Trata-se somente de manejar mais um programa.
    Para fazer uma página é muito rápido.

  • -
Cada um deve escolher o caminho que mais lhe convenha ou o que lhe pareça mais atrativo. De todos os modos sempre se pode começar de um modo e logo passar ao outro sem nenhum tipo de problema. Inclusive, para adiantar os acontecimentos, diríamos que quando uma pessoa se aprofunda no desenho de páginas web chega um momento em que lhe faz falta conhecer as duas maneiras de construir webs.

  • -
Aos programadores em HTML faltará aprender um editor porque isso aumentará sua produtividade.

  • -
Utilizadores de editores necessitarão aprender um pouco de HTML para consertar alguma coisa que o editor tenha feito mal ou para realizar alguma coisa que o editor não pode fazer.

Nota:Este manual está escrito por uma pessoa que aprendeu a realizar suas primeiras webs com o bloco de notas e por isso algumas vezes, pode-se ver minha maior inclinação a escrever a partir do código HTML. Embora meu conselho seja aprender HTML, estou certo de que muitos de vocês, (professores, designers, etc), poderão obter melhores resultados utilizando um editor HTML WYSIWYG.

  • -
No mercado existe uma série de editores de HTML WYSIWYG, mas é importante escolher um bom editor porque nossos trabalhos vão depender dos resultados de tais editores. Atualmente, o rei dos editores e o que nós aconselhamos sem dúvida é o Dreamweaver, fabricado por Macromedia. Outras possibilidades são editores como GoLive da Adobe ou Frontpage da Microsoft, apesar de não aconselharmos muito este último.


? Editores de texto preparados para escrever HTML

  • -
As pessoas que depois dessas linhas decidirem aprender a linguagem HTML, também têm ferramentas muito interessantes para aumentar sua produtividade sem deixar de escrever elas próprias o HTML que desejam. Trata-se de uns editores de texto, como qualquer outro, que estão preparados para escrever HTML e portanto oferecem uma série de ajudas aos designers.

  • Colorem os códigos das páginas para torná-las mais compreensivas.
  • Oferecem ajudas para a programação.
  • Completam as etiquetas.
  • -
E mais um monte de coisas que seria complexo demais enumerar aqui. Estes editores seriam por exemplo, HomeSite ou UltraEdit e é muito recomendável utilizá-los para sentirmos mais à vontade ao programar as páginas e poder fazê-las mais rápido. Possivelmente seja aconselhável começar com o Bloco de Notas porque é o mais simples, mas utilizar um programa desses será imprescindível com o tempo.

No Topico Programa mais Usados temos descrições de alguns editores de HTML e referências à documentação relacionada.

ImagemIr Ao Estudo 9Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:50, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

9-Construir as páginas ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 07:55

ImagemVoltar Ao Estudo 8Imagem


Imagem
Estudo 9

Começamos a trabalhar na página

Construção


  • -
É o momento no qual colocamos mãos à obra de uma forma mais dedicada e temos que trabalhar mais duramente. O programar ou desenhar as páginas poderá lhe fazer gostar mais ou menos que outras ações como planejá-las ou divulgá-las mais tarde, mas sem dúvida este é o momento mais excitante porque nossos sonhos e nossas idéias começam a se concretizarem nos resultados que esperávamos conseguir.

  • -
Se projetarmos um site composto por um grande número de páginas, o mais habitual é começar desenhando uma página com a marca do site, que logo repetiremos de modo reduzido em todas as páginas. Mas isso são técnicas que aprenderemos com o tempo.
  • -
Para pouparmos erros quando fizermos as páginas podemos seguir uma série de conselhos úteis:
  • Não utilizar espaços nos nomes dos arquivos das páginas ou das imagens. E nem utilizar caracteres raros como os acentos, por exemplo.
  • Ter cuidado com as letras maiúsculas e minúsculas nos nomes dos arquivos que tratamos. Se as utilizamos equivocadamente a página poderá funcionar em nosso Windows (porque não lhe faz diferença as maiúsculas e as minúsculas), porém ao subi-la ao servidor Linux ou Unix pode acontecer de não funcionar (porque estes sistemas sim que distinguem entre maiúsculas e minúsculas).
  • Informar-se de como funciona o Documento Padrão que lhes explicaremos melhor nos capítulos posteriores.
  • Trabalhar sempre com uma extensão do arquivo HTML específica. No misturar em um mesmo projeto páginas com extensão .html e .htm.


ImagemIr Ao Estudo 10Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:48, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

10-Imagens e outros recursos ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 10:18

ImagemVoltar Ao Estudo 9Imagem


Imagem
Estudo 10

O processo para incluir uma imagem

Imagens



  • -
Como vimos anteriormente, o desenho de uma página web implica a criação de um arquivo em código HTML, mas não é o único que devemos criar. Na maioria dos casos também desejaremos incluir imagens e para isso será necessário criar os correspondentes arquivos gráficos.

  • -
O processo para incluir uma imagem em uma página começa pela criação da imagem com um programa de desenho gráfico ou mediante sua digitalização com um escaner. Será necessário que conheçamos algum dos programas de desenho gráfico que existem no mercado. São muito interessantes Photoshop, Paint Shop Pro ou Fireworks. À princípio poderemos nos contentar em manejá-los por alto e isso nos resultará muito fácil, mas conforme avançamos no caminho como desenhadores web será mais necessário dominá-los para obtermos resultados mais profissionais.

  • -
Os tipos de arquivo gráficos que a Internet tolera são o JPG E O GIF. Estes têm características distintas e portanto usos distintos.

  • -
Uma vez que temos os arquivos gráficos os colocamos no mesmo diretório que os arquivos HTML ou em um subdiretório deste e no código da página HTML colocaremos um tag especial para incluir a imagem ou a incluímos com nosso programa editor de HTML.

  • -
O importante de tudo isso é percebermos que o site web está composto por arquivos (HTML, GIFs, JPGs) e inclusive os correspondentes arquivos que contenham (vídeos, animações Flash, programas Java, etc). Temos que ter bem localizados todos estes arquivos dentro de nosso disco duro e dentro de um mesmo diretório. Certamente é indiferente a ordem como estão os arquivos dentro do diretório, mas poderá ser interessante incluirmos subdiretórios para que fique tudo melhor ordenado e para que seja mais fácil sua conservação. Por exemplo, uma técnica muito habitual é colocar todas as imágens dentro de um subdiretório chamado imagens.

  • -
O objetivo de tanta ordem e conhecimento da localização de todos os arquivos é que logo teremos que subi-los ao servidor sem esquecermos de nenhum deles. Nos capítulos posteriores veremos como se faz este passo.

  • -
Um problema típico com as imágens e outros arquivos externos consiste em que quando vemos as páginas em nosso computador se vêem corretamente e não falta nenhuma imagem nem outros possíveis elementos. Entretanto, quando subimos os arquivos ao servidor e vemos a página na internet, esta se mostra com erros nas imagens e em outros elementos, de modo que no se pode ver bem. Isto costuma se chamar ter uma imagem "rompida". A razão pela qual está rompida é que não pode localizá-la no servidor e portanto não a pode mostrar. Isto pode ser devido a várias razões.

Razões
? A imagem não subiu ao servidor
? A posição relativa da imagem em relação à página não é a mesma em nosso computador (local) e no servidor (remoto). Por exemplo, as imagens em local poderiam estar no diretório imagens enquanto que em remoto poderiam estar no mesmo diretório que a página, o que seria um erro. Sempre se deve respeitar a estrutura de diretórios que está em local e criá-la exatamente igual em remoto
? A imagem que se tenta acesar tem um caminho dirigido a um diretório de nosso disco duro, como ao ver a página na internet nao se tem acesso ao seu disco duro, os usuários não poderão ver as imagens. Quando trabalhamos com um editor de HTML e colocamos imagens em algumas ocasiões o editor coloca caminhos em nosso disco duro no lugar de caminhos relativos. Os caminhos relativos são rotas que começam no lugar onde está a página que estamos desenhando.

  • -
Há uma forma muito útil de obter pistas a cerca do falho de uma imagem, consiste em clicar com o botão direito do mouse sobre ela e selecionar propriedades. Isto nos mostra informações sobre a imagem e nos informa sobre o lugar onde se está tentando encontrá-la.

ImagemIr Ao Estudo 11Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:47, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

11-Hospedar as páginas ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 11:05

ImagemVoltar Ao Estudo 10Imagem


Imagem
Estudo 11

Você deve escolher um servidor para hospedar suas páginas de acordo com as suas necessidades

Escolher um servidor



Como dissemos, qualquer serviço que se quer oferecer na Internet tem que provê-lo um servidor, que é um computador que se encontra ligado 24 horas por dia e também, conectado em Internet permanentemente. No caso de uma página web, existem alguns servidores que são os encarregados de mandá-la sempre que é solicitada, estes são os servidores web. Nossas páginas têm que estar hospedadas em um servidor web para que possam estar acessíveis na Internet.

Então, o que temos que fazer é buscar um lugar para hospedar a página que esteja de acordo com nossas necessidades, por sorte em muitos casos poderemos conseguir a hospedagem de forma gratuita.

Se estamos procurando uma hospedagem gratuita é interessante ler sobre como (escolher uma hospedagem gratuita). Também voçê pode ver uma lista de hospedagens gratuitas . Se as exigências de nossos projetos são mais elevadas, como por exemplo que tenha um domínio próprio, é interessante ler sobre como escolher uma hospedagem paga

  • Se queremos saber o que é um domínio ou pensamos registrar algum, também é interessante ler o artigo do próximo capítulo:

ImagemIr Ao Estudo 12Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:46, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

12-Os domínios e como registrá-los ( HTML )

Mensagem por Streme » 02 jun 2008, 13:52

ImagemVoltar Ao Estudo 11Imagem


Imagem
Estudo 12

Veremos o que é um domínio, para que serve os tipos que existem. E como fazer para registrá-los.

Domínio


  • -
Um domínio: é uma forma simples de identificar um computador na Internet de forma única, a partir da qual se encontrarão as páginas pertencentes à instituição que o possui.

  • -
Os domínios: têm um nome e uma terminação que indica sua atividade ou procedência territorial. Por exemplo, google.com: google é um nome e .com expressa o âmbito desta página, (comercial neste caso).

  • -
Escolher domínios: o nome do domínio é fundamental, se este tem gancho poderemos ser facilmente encontrados e identificados em Internet. Às vezes não é tão simples realizar uma boa escolha do nome do domínio, pois pode ser que os que gostamos já tenham sido registrados por outras pessoas.

  • ->
Em muitos casos, o registro dos domínios foi realizado como um autêntico roubo, pois os usuários de Internet solicitavam mil nomes com o único objetivo de possuir esse domínio com gancho, pensando em futuras compensações, e sem apresentar nenhuma informação em suas páginas web. Os homens de empresas importantes são os que mais sofreram tal roubo, pois obrigaram as empresas a comprar os domínios "raptados" por um preço astronômico a seus donos.

Tipos de domínios

  • -
Em Internet, existem vários tipos de terminações de domínios, ou melhor, domínios de 1º nível. Estes são os (.com, .org , .es, etc).

Como dizíamos, os domínios de 1º nível indicam o âmbito ao qual pertencem, existem principalmente dois grupos, genéricos e territoriais.

? Domínios Genéricos

São domínios que se outorgam a nível internacional, para empresas e pessoas de todo o mundo. Vamos numerá-los aqui, indicando o tipo de instituição ao qual são dirigidos.

  • - .com Para empresas ou em geral para qualquer web que tenha caráter comercial. À princípio, significava que esse domínio tratava-se de uma companhia americana, mas na prática qualquer um pôde ter acesso a estes domínios.Por isso, tornou-se muito popular e preferido para qualquer tipo de fim.

  • - .net Indica uma rede na Internet, a de um provedor de serviços, por exemplo. Uma opção que ao passar do tempo também se converteu válida para qualquer tipo de propósito.

  • - .org Destinado para organizações, associações, fundações e demais entidades, muitas vezes com fins benéficos ou sem fim lucrativo.

  • - .edu Reservado para as instituições relativas à educação, mas são as dos Estados Unidos.

  • - .mil Utiliza-se para as instituições militares dos Estados Unidos.

  • - .int Pertence à União Internacional de Telecomunicações, e no qual pode-se encontrar organismos que tenham sido criado com acordos internacionais, como as Nações Unidas.

Nota: Atualmente, foram aprovados 7 domínios novos. Podem-se ver umas descrições disso [b:f0A=]Aqui[/b:f0A=] ..

  • -
Existe um organismo chamado NIC que é o que se encarrega de regular o registro dos domínios a nível mundial. Encarrega-se de indicar para que se utiliza cada domínio, quem está autorizado a registrá-lo e quem pode ser o registrador. Esta entidade delega em outras para desempenhar todo o trabalho de organização que leva a administração dos domínios, sobretudo nos distintos países, como veremos mais adiante.

? Para registrar um domínio

  • -
Anteriormente, o registro de domínios somente podia ser realizado por uma empresa chamada Network Solutions, que manteve o monopólio até o ano de 1999. Atualmente encontra-se liberado este mercado e existem muito mais empresas registradoras de domínio. (Ver Lista) . De todos os modos, através destas empresas operam muitos mais intermediários, e encontrar um registrador perto de nós pode ser muito simples.

  • -
Somente os domínios do tipo .com .net e .org (e agora também os .info .biz e .edu) encontram-se ao alcance de qualquer pessoa Para registrá-los podemos acessar as páginas de empresas que estão capacitadas para isso.

  • -
Se vamos colocar umas páginas web no domínio e vamos contratar os serviços de hosting em algum provedor, pode ser aconselhável que este seja encarregado do trabalho do registro. Será feito através de uma dessas empresas capacitadas para isso (indicado acima) e geralmente, sem um custo adicional, ou em caso de haver, não será muito elevado. (provavelmente o mesmo preço que tenha que transladar esse domínio a seus servidores)

  • -
Há alguns custos relacionados com o registro dos domínios, custos que não se podem evitar e que não fica para o provedor, e sim são destinados para o NIC. Para os domínios .com, .net e .org, o custo do registro é de 35 dólares. Esta taxa permite manter o domínio durante 1 ano. Posteriormente, há que pagar 35 dólares por ano para seguir mantendo o nome.

? Domínios territoriais

  • -
Também existem domínios de 1º nível que indicam o território de origem na página. Estes domínios somente se outorgam à empresas ou à pessoas dos países relacionados com o domínio.

  • -
Como exemplos de domínios territoriais podemos assinalar .br para Brasil, .es para Espanha, .fr para França...

  • -
O registro dos domínios territoriais é regulado em base a umas normas específicas para cada país. Os encarregados de criar estas normas para o registro são os distintos delegados do NIC de cada país. Deste modo, o BR-NIC ( www.nic.br ) é o encarregado no Brasil, enquanto que MX-NIC ( www.nic.mx ) é o do México, ou AR-NIC ( www.nic.ar ) o da Argentina e por ai vai...

Nota:Para quem reside em portugal existe o .pt , mais informaçoes [b:f0A=]Aqui[/b:f0A=]

  • -
Para consultar os requisitos para o registro de domínios nos diversos países podemos visitar as páginas de seus NIC correspondentes, onde sempre estará tudo bem explicado e com a informação mais atualizada.

? Registrar um domínio

  • -
Neste caso, os NIC dos distintos países são os que dizem como realizar este trabalho e os que realizam o registro. De qualquer forma, devemos nos apoiar nas empresas que nos serviam para o registro de domínios genéricos. Também pode nos ajudar nosso provedores de hosting, que conhecerão bem as normas de registro dos países onde trabalham.

? Onde conseguir domínios grátis

  • -
É difícil conseguir um domínio gratuito, além do mais, seria um presente envenenado, já que a empresa que o registra gratuitamente se reserva a todos os direitos sobre os domínios, como podem ser: a propriedade, o decidir que uso lhe daria ou a publicidade colocada, muitas vezes abusiva


Há tempos atrás, as empresas que ofereciam estes domínios grátis eram:

  • Namezero
  • DomainZero, porém somente para cidadãos americanos

Atualmente estas ofertas já acabaram ou são pagas ( Há de informar-se do estado da oferta nas páginas indicadas, mas não esperem muito!).

  • -
Entretanto, existe outra opção para conseguir domínios gratuitos muito interessantes. Trata-se DOT.TK, um domínio atribuído a uma ilha "perdida" que oferece, para particulares, a possibilidade de registrar gratuitamente nomes de domínio com a terminação .tk

  • -
Para os que desejam domínios gratuitos, insistimos em que o registro de um domínio geralmente tem custo, pelo qual não costuma ser muito habitual que lhe presenteiem. Também está a possibilidade de conseguir um subdomínio, que não tem, teoricamente, custo de setup, razão pela qual são dados muitas vezes.

Nota: Um subdomínio é um "domínio dentro de um domínio". Por exemplo, usuários.therostrum.com seria um subdomínio do domínio principal therostrum.com

Esperamos que tenha entendido as informacoes até aqui passadas!

ImagemIr Ao Estudo 13Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:46, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

13-Os 7 domínios novos ( HTML )

Mensagem por Streme » 03 jun 2008, 01:15

ImagemVoltar Ao Estudo 12Imagem


Imagem
Estudo 13

Veremos a relação e uma descrição dos 7 novos domínios

Domínios Novos



  • -
Os domínios são uma maneira de identificar um computador na Internet, um servidor o qual se acessa , para ler uma página, entrar em um chat, etc.

  • -
Existem umas terminações para cada domínio que indicam o âmbito do servidor onde se está acessando. Os dois tipos de âmbitos mais comuns são o regional, que indica o país do servidor, e o genérico, que o que indica é o tipo de informação que se vai encontrar.

  • -
A comissão que se encarrega de providenciar a administração de domínios ICANN - Internet Corporation for Assigned Names and Numbers - aprovou a criação de 7 novos domínios genéricos durante a última reunião do século XX.

  • -
Vejamos quais são estes novos domínios.

? Descrição dos novos domínios

  • - .biz Este domínio é aberto (no sentido que não faz falta requisitos específicos prévios para o registro, do tipo .com, .net e .org) e o de significado mais genérico, pelo qual é o que receberá, provavelmente, um volume de registro maior. É a abreviação anglo-saxônica, em pronuncia figurada de business.

  • - .info Este domínio é também aberto (sem requisitos específicos para registrar) mas o significado parece, a priori, um pouco menos genérico que o .biz ou .com. De qualquer forma, será também um domínio de grande volume de registros, certamente acima de milhões de nomes já no primeiro ano.

  • - .name Este domínio é bastante aberto, mas para um uso específico, de caráter pessoal. Está reservado aos indivíduos, que poderão reservar seu nome com a estrutura meunome.meusobrenome.name, exemplo: pedro.garcia.name. O terceiro nível, correspondente ao primeiro nome, é exclusivo do titular, mas o segundo nível, correspondente aos sobrenomes, é compartilhado com todos os que ostentem tal sobrenome. Neste caso, Pedro poderia impedir o registro de miguel.garcia.name, por exemplo. São 14 milhões de nomes em 5 anos , a previsão por Global Name Registry.

  • - .pro Este domínio é para uso específico reservado a profissionais de determinadas categorias, agrupados em subdomínios: inicialmente serão .med.pro (médicos), .law.pro (advogados) e .cpa.pro (auditores; cpa significa chartered public accountant). No terceiro nível estará o nome do profissional em questão que deverá acreditar sua pertinência à universidade ou à organização profissional correspondente.

  • - .coop Este domínio está reservado às cooperativas. Um domínio claramente restringido em suas políticas de registro (é preciso demonstrar a qualidade de cooperativa através das organizações correspondentes). O nome de domínio deve ser necessariamente o da cooperativa. Este domínio terá um período de lançamento / teste de seis meses, com processos ainda mais restringidos, pelo qual não vai ter um grande volume de entradas em um primeiro momento.

  • - .aero Este domínio, também com uso restringido, é para a indústria de serviços aéreos: companhias aéreas; companhias aeronáuticas; aeroportos e serviços aéreos. O volume esperado pelo registro é de entre 100.000 e 300.000 nomes em quatro anos.

  • - .museum Este domínio é de uso restringido para a comunidade de museus. A possibilidade de registrar no segundo nível (mnac.museum) ou no terceiro (mnac.bcn.museum ou mnac.sp.museum) segundo classificações geográficas ainda estar por definir. Os promotores esperam uns 50.000 nomes neste domínio.

ImagemIr Ao Estudo 14Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:44, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Avatar do Utilizador
Streme
Mensagens: 1766
Registado: 06 mar 2008, 17:02
Localização: Salvador-Bahia

14-Subir os arquivos ao servidor ( HTML )

Mensagem por Streme » 03 jun 2008, 12:36

ImagemVoltar Ao Estudo 13Imagem


Imagem
Estudo 14

Veremos como se sobem os arquivos ao servidor, para que estejam acessíveis na Internet

Arquivos ao servidor


  • -
É uma das tarefas mais difíceis quando estamos construindo as páginas. Porém, como qualquer coisa neste mundo, na medida em que se faz umas tantas vezes a coisa se torna mais fácil.

  • -
Basicamente o que temos que fazer é pegar todos os arquivos que compõe nosso site web, incluindo as imagens, animações, etc, e levá-los ao nosso servidor web. Para isso, a primeira tarefa imprescindível é identificar onde estão todos os arquivos de nosso web. Se escrevermos a página com código HTML, certamente saberemos perfeitamente onde estão nossos arquivos, mas se tivermos feito a página com um editor HTML como Frontpage é provável que esteja um pouco mais difícil de identificar.

  • -
Dependendo da hospedagem que tivermos, a maneira de subir os arquivos mudará. De qualquer forma, existem duas maneiras de subir os arquivos ao servidor, por FTP ou através de uma interface web, de modo que poderemos ver aqui todas as formas.

? Subir arquivos por FTP

  • -
A forma mais tradicional de subir os arquivos é por FTP, que é mais um serviço da Internet que se utiliza para transferir arquivos pela rede. Como o que queremos fazer é transferir arquivos do nosso computador ao nosso servidor, este é o serviço que devemos utilizar.

  • -
Quando temos uma hospedagem profissional para nosso web, o mais certo é que nos proporcione um acesso por FTP aos servidores para subir as páginas.

  • -
Como outros serviços da Internet, para utilizar FTP necessitamos de um programa especial que denomina-se cliente de FTP. Podemos encontrar no mercado muitos desses clientes, alguns populares são Cute FTP ou FTP Voyager. Se quisermos ver uma gama muito ampla de clientes FTP podemos aproximarmos por Tucows ou Donwload.com e encontraremos muitas opções interessantes, algumas delas gratuitas.

  • -
Todos os programas de FTP são parecidos (assim como Internet Explorer é parecido com Netscape), basicamente cosiste em uma janela que está dividida em duas partes. Em uma parte podemos ver nosso disco rígido, com suas distintas unidades e pastas. E na outra parte se pode ver o sistema de arquivo do servidor, com suas diferentes pastas. Para mover os arquivos de um lado para outro geralmente basta arrastá-los de uma parte da janela para outra.

  • -
Uma tarefa que também pode ser complicada à principio pode ser a de configurar o programa de FTP para que acesse ao espaço que temos assinado. Os dados de configuração deverão ser obtidos no lugar onde foi oferecido o espaço. Estes são:

  • Nome do servidor FTP: costuma ter uma forma como ftp.seu dominio.com
  • Usuário: seu nome de usuário
  • Password: sua senha

  • -
Poderia haver algum dado adicional, como o diretório "default", que é o diretório no qual se deseja abrir a sessão, mas não é habitual que dêem este dado porque os acessos por FTP costumam estar configurados para que se acessem diretamente ao diretório onde estão suas páginas

  • -
Com estas explicações você poderá perceber que quando fizer um acesso por FTP será mais fácil realizá-lo uma vez que já tenha visto como funciona. De qualquer forma, pode-se ver um (tutorial de Cute FTP) que pode servir para tirar mais alguma dúvida.

? Acesso com interface web

  • -
É muito típico que os provedores de hospedagem gratuita provenham uma ferramenta de fácil uso para subir as páginas. Esta ferramenta se acessa através da web que hospeda e não é mais que um formulário onde se pode escolher os arquivos que se deseja subir ao servidor, se clica um botãozinho e já está pronto.

ImagemIr Ao Estudo 15Imagem
Última edição por Streme em 24 jun 2008, 22:43, editado 1 vez no total.
O0oº* Streme*ºo0O

O seu obrigado é a melhor maneira de retribuição.

Responder

Voltar para “Design”